AS VENDAS NO RN TIVERAM UM CRESCIMENTO CONSIDERÁVEL NO MÊS DE JUNHO EM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO DO ANO PASSADO

Vendas atingem um volume de R$ 12,3 bilhões em junho no estado

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Elisa Elsie/Governo do RN

 As vendas no Rio Grande do Norte tiveram um crescimento de  18,2% em junho em relação ao mesmo período do ano passado. O total obtido pelas empresas atingiu a marca de R$ 12,3 bilhões e uma movimentação média de R$ 412,6 milhões por dia no sexto mês do ano. As cifras são 3,1% maiores que o valor faturado em maio. Esse desempenho resultou em uma arrecadação de ICMS da ordem de R$ 607 milhões no mês passado.

O maior faturamento foi registrado no varejo, que chegou a acumular cerca de R$ 100,4 milhões, em média, por dia, resultado de um volume de 30,6 milhões de operações de vendas no mês. O setor atacadista teve a segunda melhor movimentação, com faturamentos médios de R$ 73,2 milhões por dia em junho. Em relação aos postos e distribuidoras de combustíveis, o volume foi de R$ 65,7 milhões diários, enquanto a indústria de transformação do estado registrou movimentação financeira de R$ 55,1 milhões por dia.

O desempenho dos setores econômicos integra a 32ª edição do Boletim de Atividades Econômicas do RN, informativo elaborado pela Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN) que traz os principais indicadores econômicos do Rio Grande do Norte no sexto mês de 2022. Divulgado nesta segunda-feira (18), o informativo apresenta ainda o desempenho do recolhimento de tributos no estado e, em junho, a arrecadação de ICMS foi de R$ 607 milhões, incluindo o repasse extraordinário de R$ 51,1 milhões, efetuado em maio de forma antecipada pela Petrobras.

Esse imposto incide sobre a circulação de mercadorias e sobre a prestação de serviços, como transporte interestadual e intermunicipal e comunicação, e constitui a principal fonte de receita própria do RN. Do montante arrecadado com esse imposto, 25% são repassados aos municípios potiguares. O total recolhido com o ICMS no mês, juntamente com a arrecadação de IPVA e de ITCD, resultou em uma receita total de R$ 669 milhões, o que equivale a um aumento de 11% na arrecadação própria do RN em comparação a junho do ano passado.

Deixe uma resposta