AGENDA PARA VISITAS DE ESCOLAS  DE FORMA VIRTUAL AO MUSEU CÂMARA CASCUDO ESTÁ ABERTA

Por G1 RN

 

Museu Câmara Cascudo abre agenda para visitas virtuais guiadas de escolas — Foto: Iano Flávio/Museu Câmara CascudoMuseu Câmara Cascudo abre agenda para visitas virtuais guiadas de escolas — Foto: Iano Flávio/Museu Câmara Cascudo

O Museu Câmara Cascudo (MCC), da UFRN, retomou o agendamento de visitas guiadas para alunos de escolas públicas e privadas. Por enquanto, em razão da pandemia, a atividade será feita de forma virtual.

Os temas das visitas podem variar de acordo com o interesse da escola e a disponibilidade das exposições montadas nas salas do Museu. Além das mediações, as crianças também podem colocar em prática o que aprenderam através de quizzes e atividades interativas desenvolvidas pela equipe do setor Educativo do MCC.

A iniciativa faz parte do Projeto de Mediação Virtual, desenvolvido pelo setor educativo do Museu Câmara Cascudo, coordenado pela pedagoga Cristiana Moreira.

Para realizar o agendamento, basta entrar em contato, com antecedência, através do e-mail educativo.mcc.ufrn@gmail.com ou do whatsapp (84) 9466-0517.

Visita virtual experimental

A primeira visita virtual experimental foi realizada com as turmas de Educação Infantil e Ensino Fundamental I do Núcleo de Educação da Infância (NEI) da UFRN.

O projeto piloto tem a participação de estudantes de graduação da UFRN, que atuam como bolsistas no MCC e são responsáveis pela mediação com as crianças e adolescentes.

Ampliação do Projeto

Agora, o projeto será ampliado para todas as escolas públicas e privadas do RN. Os professores devem agendar as visitas escolhendo o tema que julgarem compatíveis aos conteúdos trabalhados em sala de aula para o dia e o horário solicitados.

Também é preciso informar a quantidade de alunos na turma, o tema trabalhado no momento e o objetivo com a visita. As equipes das escolas podem conhecer as exposições montadas no MCC no site da instituição.

Visitas presenciais suspensas

As visitas presenciais estão suspensas desde março de 2020, quando começaram as medidas de restrição por causa da pandemia da Covid-19. Um dos públicos mais afetados pelo isolamento foi o infanto-juvenil, com a mudança do ensino presencial para o remoto, sem contato com os colegas de sala.

Nas visitas virtuais, a equipe do setor Educativo participa da sala de aula virtual, na plataforma oferecida pela escola, e narra a história e os fatos sobre a exposição, além de interagir com os estudantes em tempo real.

Fonte: G1 RN

Deixe uma resposta