BOAS NOTÍCIAS: ASSISTA AO JORNAL TOP 19 DE BOAS NOTÍCIAS

Terça-feira é dia do Top 10 de Boas Notícias no Jornal Só Notícia Boa que você pode ver aqui na coluna BOAS NOTÍCIAS. Então aproveite para uma avalanche das boas notícias da semana que passou e eleve sua autoestima em meio a essa pandemia!

Jornal SóNotíciaBoa #6, as mais lidas da semana: vídeo

Sabe quais são as melhores da semana? As mais lidas? Elas estão no episódio #6, da 3ª temporada do seu telejornal SóNotíciaBoa.

Veja os destaques do Top10:

Exclusivo: uma entrevista com a policial que atendeu ao caso de um pai assassinado, e adotou os filhos e uma neta dele.

Idosa de 103 anos vence a covid e comemora bebendo cerveja.

Chef Kobe, de 1 ano é a nova estrela da culinária com mais 1 milhão e 600 mil de seguidores.

Tem também as novidades da ciência sobre a covid-19.

E uma entrevista com a Monja Coen ensinando como controlar a ansiedade durante o isolamento social.

O telejornal SóNotíciaBoa é uma produção semanal do departamento de jornalismo do portal SoNoticiaBoa.com.br

Apresentação Lorena Fassina e Rinaldo de Oliveira

Assista:

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: ASSISTA AO JORNAL TOP 19 DE BOAS NOTÍCIAS

BOAS NOTÍCIAS: HÁ 25 DIAS FLORIANÓPOLIS NÃO REGISTRA MORTE POR COVID-19

Em meio rápida ascensão da pandemia do coronavírus em todo o país, Florianópolis se destaca por não registrar nenhuma morte nos últimos 25 dias por Covid-19. A capital tem se mostrado exemplo no combate ao novo coronavírus. Veja o artigo completo a seguir e descubra o segredo da capital catarinense!

Florianópolis: quase 1 mês sem morte por covid

A cidade de Florianópolis, em Santa Catarina não registra morte pela covid-19 há 25 dias. A última foi no dia 4 de maio, muito diferente do que acontece, infelizmente, no restante do Brasil.

Mesmo sendo a terceira cidade catarinense com mais casos da doença, a capital tem se mostrado exemplo no combate ao novo coronavírus: registrou 644 pacientes com coronavírus e sete mortes, desde o início da pandemia.

A prefeitura acredita que isso se deve às medidas mais restritivas, fiscalização e atendimento rápido a casos suspeitos.

Prevenção

Para a prefeitura, contribuiu para isso o serviço Alô Saúde, em que os moradores podem entrar em contato por telefone ou aplicativo e ter um atendimento pré-clínico.

O município também afirmou que intensificou fiscalizações e multas para pessoas que descumprirem medidas que evitem a transmissão do vírus, como o isolamento social para quem foi diagnosticado com a doença.

Sobre as medidas restritivas, o transporte coletivo, as aulas e os eventos continuam suspensos na capital.

O prefeito Gean Loureiro (sem partido) acredita que o retorno dos ônibus poderá ser possível na metade de junho.

Testes

Em relação a testes, a prefeitura informou que, além das pessoas com suspeita de Covid-19, também são feitos exames em contatos próximos a elas.

O município afirmou que isso ajuda a esclarecer a situação real do contágio da doença na cidade, o que auxilia na tomada de decisões de flexibilização do isolamento social.

Até sexta, foram feitos mais de 6,9 mil testes de coronavírus.

Histórico

A capital começou a pandemia com o maior número de casos de coronavírus.

Em 17 de maio, foi ultrapassada por Chapecó, no Oeste, e na quinta, por Concórdia, na mesma região.

Essas duas cidades têm 877 e 839 casos, respectivamente, segundo o boletim mais recente divulgado pelo governo do estado, na noite de sexta-feira (29).

Entre segunda (25) e sexta, Florianópolis registrou um aumento de 16 casos.

Com informações do G1

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: HÁ 25 DIAS FLORIANÓPOLIS NÃO REGISTRA MORTE POR COVID-19

BOAS NOTÍCIAS: HOSPITAL SANTA MARCELINA COMEMORA MILÉSIMA ALTA DE PACIENTE COM COVID

A milésima alta médica de paciente com covid-19 no hospital Santa Marcelina, da zona leste de São Paulo é o destaque da coluna BOAS NOTÍCIAS deste domingo, onde é comemorada com aplausos nesta sexta-feira e cuja paciente também é profissional de saúde da linha de frente. Veja o artigo completo a seguir e conheça os detalhes! 

Hospital comemora milésima alta de pacientes com covid

A milésima alta médica do Hospital Santa Marcelina, na zona leste de São Paulo, foi comemorada com aplausos nesta sexta, 29.

A paciente de número 1000 é a auxiliar de enfermagem Carmelita do Carmo, 48 anos, que ficou oito dias internada na UTI, Unidade de Tratamento Intensivo.

Profissional da linha de frente, ela foi contaminada enquanto ajudava a salvar vidas no trabalho.

No momento da alta, ainda no corredor do hospital, Carmelita segurava uma placa com os dizeres: eu venci a covid, e foi aplaudida pelos colegas, profissionais de saúde.

“Muita felicidade. muita. Eu não vejo a hora de sair daqui e abraçar a minha filha, ligar para minha tia do coração, que eu amo”.

Equipe

A equipe médica comemora toda alta que tem no hospital, mas essa foi especial por ser a milésima.

“A gente fica bastante grata, fica feliz, com uma motivação a mais em meio a essa pandemia, que afeta toda a população. E a gente fica feliz de estar contribuindo e ajudando essas pessoas”, disse o médico Marlon Souza de Freitas.

O bairro de Itaquera é o segundo mais afetado da Zona Leste. Lá 139 pessoas já morreram, atrás apenas de Sapopemba, também na Zona Leste de São Paulo.

Nesses locais, muitos moradores ainda não aderiram ao uso de máscaras para sair de casa.

Com informações da Band e G1

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: HOSPITAL SANTA MARCELINA COMEMORA MILÉSIMA ALTA DE PACIENTE COM COVID

BOAS NOTÍCIAS: UMA POLICIAL ADOTA 5 CRIANÇAS DE PAI ASSASSINADO EM NATAL/RN

Aconteceu em Natal o destaque deste sábado na coluna BOAS NOTÍCIAS. Uma policial de 44 anos ao atender uma ocorrência de assassinato percebeu que o homem assassinato havia deixado 6 filhos menores e que já haviam perdido a mãe há 3 anos. A policial que nunca havia pensado em ter filhos resolveu adotar 5 dos 6 órfãos. Leia o artigo completo a seguir e entenda como tudo aconteceu!

Policial atende caso de pai assassinado e adota os 5 filhos dele

Uma história incrível de compaixão, empatia e amor aconteceu no Rio Grande do Norte, após uma tragédia. Uma policial adotou 5 crianças, que tinham acabado de perder o pai, assassinado.

Flavianna Bezerra, de 44 anos, foi atender à ocorrência em Natal e se sensibilizou ao ver as crianças chorando ao lado do caixão.

Não bastasse a situação, a policial descobriu que elas já tinham perdido a mãe 3 anos antes, estavam catando lixo e passando fome. Flavianna conta que foi a ocorrência mais difícil da carreira.

“Tinham matado um senhor e havia 6 crianças próximas ao corpo chorando, filhos desse senhor e já tinham perdido a mãe havia 3 anos e estavam sós. A gente descobriu que eles trabalhavam catando lixo, pra reciclagem. Comoveu muito a mim e à equipe… porque não tinham um grão de comida de casa, estavam passando fome, viviam pedindo pelas ruas”, disse a policial ao telejornal RNTV.

Flavianna disse em entrevista ao SóNotíciaBoa que é solteira e nunca pensou em ter filhos, nem em adotar. Ela defendeu a adoção tardia.

A adoção

A agente policial explicou ao SNB que no final do ano passado conseguiu a guarda provisória de 5 dos 6 irmãos. E agora espera a finalização do processo de guarda para entrar com o pedido oficial de adoção.

Assim, antes que as crianças fossem para um abrigo, Flavianna deu um lar a elas.

“O que o estado tinha para fornecer pra eles era um abrigo. Não tinha a menor condição de deixar isso acontecer e resolvi pedir a guarda dos 6. Eu descobri que realmente são meus filhos. Não tem como deixar eles irem pra lugar nenhum”, disse.

Adoção transformadora

Uma das crianças conta que os irmãos não sabiam ler e escrever e já estão aprendendo.

A outra, de 13 anos, carrega traumas difíceis de esquecer, mas hoje ela tem sonhos.

“Não é fácil deixar o passado pra trás, mas eu tento não me lembrar muito. Eu só me vejo no futuro, na minha própria casa, trabalhando, tendo a minha família”, disse.

“Elas estão superando os traumas, praticamente todo o trauma, toda dificuldade e elas se esforçam ao máximo. Prá mim, são exemplo de superação a cada dia”, contou Flavianna.

Se os filhos são exemplo, a mãe também.

Agora, as crianças fazem planos para o futuro e se inspiram na figura materna que encontraram.

“Eu quero ser policial igual à minha mãe”, disse uma das filhas adotadas.

“Quero trabalhar no mesmo trabalho de mainha, ser policial”, concluiu a outra.

Flavianna e parte dos filhos – Foto: reprodução RNTV

Com informações do RNTV

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: UMA POLICIAL ADOTA 5 CRIANÇAS DE PAI ASSASSINADO EM NATAL/RN

BOAS NOTÍCIAS: 10 GRANDES EMPRESAS IMPLEMENTAM 2ª FASE DE BOAS AÇÕES PARA AJUDAR BRASILEIROS EM MEIO A PANDEMIA

A boa notícia desta sexta-feira na coluna BOAS NOTÍCIAS é a 2ª fase em boas ações de 10 grandes empresas a brasileiros por causa da Covid-19, que provocou falta de trabalho e de dinheiro. Leia o artigo completo a seguir e saiba quais são as empresas e as ações sociais de cada uma. 

10 grandes empresas começam 2ª fase de ajuda a brasileiros: covid

Grandes empresas entraram em uma segunda fase de ações para ajudar brasileiros nesses dias de isolamento social da covid-19, que provocou falta de trabalho e de dinheiro.

São nomes pra gente não esquecer, pelo exemplo de solidariedade e de responsabilidade social. Veja:

Coca-Cola

A Coca-Cola criou um fundo de R$ 45 milhões para ajudar 11 mil cooperados e autônomos com R$ 600 por mês por um período de dois meses.

“A gente acredita que nesse momento complexo o melhor a fazer é atuar em rede, onde unimos esforços e ajudamos os que mais necessitam. Para isso, criamos um fundo garantidor de renda mínima para a população de catadores e de baixa renda em algumas comunidades”, disse o presidente da empresa no Brasil, Henrique Braun, em nota enviada ao SóNotíciaBoa.

A ação deve ajudar 70 comunidades de 14 estados e Distrito Federal, onde vivem cerca de 3 milhões de pessoas.

Os recursos também estão sendo gastos com ações de conscientização, prevenção do contágio com compra e distribuição de produtos de higiene, proteção e limpeza e compra de alimentos, bebidas e cestas básicas.

Além do fundo, a Coca-Cola está entregando mais de 1,8 milhão de garrafas de água para 79 hospitais de campanha e referência no tratamento da Covid-19 em todo o país, começando por São Paulo, Amazonas, Mato Grosso e estados do Nordeste.

A água está sendo entregue em embalagens individuais, para atender com segurança as equipes médicas nos plantões e emergências.

Houve ainda um aporte de R$ 2 milhões para compra de equipamentos para UTIs no Distrito Federal realizado pelo engarrafador da região.

Também no DF, A Coca-Cola Brasil e Brasal Refrigerantes estão doando 48 mil unidades de garrafas de 500ml de Água Crystal, o equivalente a 24 mil litros, em apoio aos profissionais de saúde na linha de frente no combate ao Covid-19.

A entrega do primeiro lote para a Secretaria de Saúde do GDF, órgão responsável pela distribuição, foi realizada nesta quarta, 27 de maio.

“Vivemos um momento atípico, em que a solidariedade se torna fundamental. Buscamos com essa atitude reconhecer e agradecer a todos os profissionais da saúde, de todos os níveis, comprometidos nessa batalha”, afirma Victor Bernardes, diretor comercial e de marketing da Brasal Refrigerantes, em nota ao SóNotíciaBoa.

Ambev

No Rio de Janeiro, a Ambev fez uma parceria para ajudar ambulantes que vendiam os biscoitos Globo nas praias, agora interditas e sem banhistas.

A Antarctica decidiu comprar lotes do produto, que serão vendidos na plataforma Zé Delivery e todo o lucro será revertido para os vendedores ambulantes da cidade.

“Um ícone carioca como o Biscoito Globo precisa ser valorizado. Também esperamos contribuir para complemento de renda dos ambulantes, que perderam parte do seu sustento”, afirma Pedro Araújo, gerente de marketing da Ambev Rio de Janeiro, em nota.

A partir desta semana os pacotes de Biscoito Globo individuais e em kits promocionais com a cerveja Antarctica serão vendidos pelo aplicativo de entregas de bebidas Zé Delivery em diversos pontos da capital.

O biscoito terá valor de venda unitária de 2 reais e as pessoas também poderão comprar um kit com 3 pacotes e 6 latas de cerveja.

A Ambev informa que tanto o valor do lucro do biscoito quanto da Antarctica serão doados aos ambulantes, que receberão o crédito via aplicativo Ame Digital, que tem o cadastro dos autônomos das praias cariocas e que desde janeiro vêm realizando vendas pela plataforma.

Campari

O Campari Group começa a segunda leva de doações de álcool 70% para combate ao coronavírus em Pernambuco.

Produção de álcool 70% é destinada aos principais hospitais de Recife.

Iniciada em abril, a primeira doação de tonéis de mil litros foi realizada para cinco hospitais, mas, com a constante evolução do contágio do vírus e continuando o plano de fornecimento de três meses pela empresa, o reabastecimento já está acontecendo e três novas instituições também entraram na lista: UPA Dulce Sampaio, SAMU Manoel Borba e Hospital Maria Alice Gomes Lafaiete.

O grupo mobilizou a produção de sua fábrica de Suape (PE) para ajudar o estado que, de acordo com boletim divulgado dia 26/05 pela Secretaria da Saúde já conta com 29.919 casos confirmados.

Fundação Casas Bahia

A Fundação Casas Bahia apadrinha cinquenta escolas estaduais do Rio de Janeiro e viabiliza aulas de empreendedorismo na grade curricular do ensino médio

A ação acontecerá por meio de investimento da Fundação no Projeto Trilha Empreendedora, da ONG Junior Achievement.

A metodologia tem uma sequência de programas de empreendedorismo, educação financeira e preparação para o mercado de trabalho que estão atreladas à grade curricular do ensino médio. O projeto também tem parceria com dezoito empresas ligadas ao Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), Michelin e com a Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (Seeduc).

Ao todo, oitenta escolas terão as aulas de empreendedorismo.

A Fundação Casas Bahia é responsável por viabilizar financeiramente 62% do projeto, que deve impactar diretamente uma média de 10 mil alunos da rede pública de ensino. Os programas da Trilha tratam de assuntos como as vantagens de permanecer na escola, ética, gestão de projetos, inovação, economia pessoal e o futuro no mercado de trabalho, todos com atividades práticas e criativas para enfatizar o aprendizado.

Mallory

A Mallory produz e faz doação de 30 mil máscaras estilo ‘face shield’ a órgãos de saúde e pequenas empresas.

Uma das principais produtoras de eletroportáteis do país, a indústria trabalha em parceria com o Senai, para fazer as 30 mil máscaras que serão doadas a órgãos de saúde, instituições e empresas locais.

As máscaras produzidas são do tipo “Face Shield” – semelhantes a viseiras de capacetes, uma das mais indicadas no combate ao contágio do novo coronavírus por possibilitar uma barreira física, que funciona como uma espécie de escudo, protegendo o rosto de cada indivíduo. Os equipamentos são indicados para profissionais de saúde e empresas que têm processos específicos e que exigem uma aproximação entre clientes e fornecedores.

“A Mallory vem procurando fazer a sua parte desde o início da pandemia, prova disso é que estamos focados, nesse momento, na produção e doação de máscaras para assegurar especificamente a segurança para trabalhadores de vários ramos da economia em funcionamento, inclusive os nossos. Esta foi uma das formas mais urgentes que encontramos de contribuir”, disse a CEO Annette de Castro.

Em parceria com o Senai, a Mallory está trabalhando em ações de manutenção e reposição de peças para o funcionamento de respiradores mecânicos que são encaminhados a órgãos governamentais para o auxílio e benefício direto da população atingida pela covid-19.

Outra iniciativa é o suporte, através do núcleo de engenharia e pesquisa, no desenvolvimento de novos respiradores mais práticos e econômicos que, quando estiverem prontos auxiliarão os hospitais no combate ao coronavírus.

A Mallory também promoveu a campanha “Comprou doou”, onde a cada ventilador vendido no e-commerce, a marca destinou outro do mesmo modelo, a instituições beneficentes que trabalham com pessoas envolvidas nos grupos de riscos, como crianças e idosos.

Com isso, a empresa intensificou o acesso ao eletroeletrônico que vem se mostrando aliado para ventilação dos ambientes e amenizado a proliferação do novo coronavírus. Além disso, a empresa já realizou doações de cestas básicas para população mais vulnerável, entrega de produtos de forma solidária e distribuição de máscaras.

Vigor

A Vigor anunciou a doação de R$ 3 milhões em alimentos, destinados a pessoas em situações de vulnerabilidade e a profissionais da saúde. No total, serão 195 toneladas de produtos da empresa, distribuídos em itens como iogurtes, leite, margarinas e queijos.

As doações para comunidades já começaram a ser feitas por meio da ONG Banco de Alimentos, da instituição Mesa Brasil SESC e da Associação de Moradores Fenix do Morumbizinho, em São Paulo. Ainda estão previstas distribuições para entidades no Rio de Janeiro.

A companhia também está doando iogurtes como agradecimento aos profissionais da saúde e de áreas de apoio que estão atuando na linha de frente do combate à COVID-19.

A ação se iniciou no dia 30 de março, no Hospital das Clínicas de São Paulo, onde foram instaladas geladeiras em diferentes áreas do centro médico, que estão sendo abastecidas diariamente com os produtos.

Cada geladeira traz a mensagem da Vigor para os profissionais: “Obrigado por cuidarem de todos. Estamos juntos, mesmo de longe”. A iniciativa foi levada também para o InCor (Instituto do Coração), em 28 de abril e, em breve, será levada para o Hospital Municipal de Campanha do Pacaembu (HMCamp).

Com isso, a ação beneficiará mais de 4500 funcionários que trabalham diariamente nas unidades hospitalares. A empresa ainda avalia levar a iniciativa a outros centros médicos.

5àSec

A rede de lavanderias 5àSec vai oferecer serviço gratuito para profissionais da saúde que trabalham na linha de frente.

Em São Paulo, a rede distribui vouchers no valor de R$ 50 a profissionais de saúde do  INCOR, Instituto do Coração.

A ação vai distribuir mais de 1.000 cupons de impressões, com validade até o dia 30 de julho.

Após o cadastro, o profissional poderá escolher entre limpeza de roupas em geral, roupas de cama ou objetos.

As peças serão retiradas no endereço indicado e devolvidas ao final do serviço.

“Após liberar o delivery gratuito, optamos em desenvolver uma iniciativa que pudesse aquecer o coração de quem se dedica a salvar vidas em meio a pandemia. A entrega dos vouchers será um singelo agradecimento por todo empenho, esforço e consideração das profissionais de saúde neste momento”, conta o CEO Brasil da 5àsec, Fábio Roth.

Itaú Unibanco

O Itaú Unibanco, por meio da Fundação Itaú para Educação e Cultura e do Instituto Unibanco, está doando de R$ 150 milhões para infraestrutura hospitalar, compra de equipamentos (como, por exemplo, respiradores), cestas de alimentação e kits de higiene, de forma a apoiar as comunidades vulneráveis e ajudar na contenção e tratamento dos infectados pelo coronavírus.

O destino do investimento está sendo avaliado frente às necessidades mais urgentes e à disponibilidade de produção e entrega.

O Itaú Unibanco informou que tem absoluta consciência da gravidade da crise decorrente do avanço da covid-19 e vem mobilizando toda a sua estrutura para apoiar clientes, colaboradores e a sociedade brasileira neste contexto desafiador.

As doações a seguir, em bullets, estão contidas nestes R$ 150 milhões.

Mondelez

A Mondelez Brasil doou mais de 220 toneladas de produtos, entre chocolates, biscoitos e produtos não perecíveis, para 14 estados.

A multinacional também distribuiu produtos alimentícios para funcionários do Hospital das Clínicas, em São Paulo, e do Hospital do Trabalhador, em Curitiba.

A Mondelez Brasil investiu, ainda, R$ 300 mil em equipamentos de proteção individual para 73 municípios produtores de cacau. No total, a empresa doou R$ 5,3 milhões.

“Principalmente nas comunidades onde nós estamos inseridos com as nossas fábricas e com as nossas unidades de distribuição, nós temos direcionado as doações para essas regiões. A empresa se sente como parte da sociedade nessa luta contra a Covid”, diz Liel Miranda, presidente da Mondelez Brasil.

Copel

A Copel, Companhia Paranaense de Energia, doou R$ 5 milhões para o combate ao coronavírus no estado do Paraná. Uma parte do dinheiro foi para comprar 200 mil kits de testes PCR da Covid-19 para o Instituto de Biologia Molecular do Paraná, ligado à Fiocruz.

A Copel também doou 1,2 milhão de máscaras de uso hospitalar para a Funpar, Fundação de Apoio à Universidade Federal do Paraná, que vai distribuir o material para instituições médicas.

99

A 99, aplicativo de transporte, está doando R$ 33 milhões em ações de combate à pandemia.

A maior parte está num fundo de apoio a motoristas e entregadores diagnosticados com a Covid-19. Quem precisa parar de trabalhar recebe ajuda financeira.

A empresa investiu R$ 4,3 milhões para desinfetar cem mil carros de motoristas parceiros.

A 99 está custeando o transporte da volta para casa de mães e bebês recém-nascidos. Corrida de graça também para profissionais de saúde que vão vacinar idosos em domicílio ou levar medicamentos para comunidades de baixa renda.

“A gente tem muito claro já que a construção do novo normal já começou. E nós acreditamos que esse é um momento de repensar nossa sociedade e a nossa responsabilidade. Começar a criar agora as soluções que vão ajudar a gente ter um futuro melhor”, destaca Davi Miyake, diretor de Operações da 99.

Anglo American

A Anglo American, empresa de mineração, destinou R$ 20 milhões a ações de combate ao novo coronavírus no Brasil.

A empresa britânica está doando equipamentos como respiradores, desfibriladores, além de aventais descartáveis para dez cidades onde atua.

A companhia vai doar, ainda, R$ 500 mil para a Fiocruz, para apoiar programas de pesquisa e produção de kits para diagnóstico da doença.

A Anglo American também contratou cerca de 90 costureiras para produzirem máscaras para doação.

“A gente conseguiu manter, de certa forma também, ativa a economia local. Ao invés de comprar máscaras fora, fabricá-las bem próximo das nossas operações. Nós temos um papel social importante a desempenhar e queremos fazer parte do combate a essa pandemia”, afirma Wilfred Bruijn, presidente da Anglo American no Brasil.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: 10 GRANDES EMPRESAS IMPLEMENTAM 2ª FASE DE BOAS AÇÕES PARA AJUDAR BRASILEIROS EM MEIO A PANDEMIA

BOAS NOTÍCIAS: CHEF KOBE, UM BEBÊ DE 1 ANO É A NOVA SENSAÇÃO NAS REDES SOCIAIS

Um bebê de 1 ano que ainda nem fala é o nosso destaque na coluna BOAS NOTÍCIAS desta quinta-feira para relaxar um pouco de tanta tensão em tempos de pandemia. O Chef Kobe como estão chamando o fofucho sorridente que aparece em vídeo “ajudando” os pais a preparar uma pizza já tem 1,6 milhão de seguidores. Veja a reportagem completa a seguir e assista ao vídeo também!

Chef de 1 ano é a nova estrela culinária: 1,6 milhão de seguidores

Não tem mau humor que resista a ele! O nome desse fofo é Kobe, ou Chef Kobe, como vem sendo chamado por 1,6 milhão de fãs que arrebanhou no Instagram. Ele não para de comer enquanto cozinha, se diverte e mostra o barrigão cheio pra animar a farra. Impossível não rir.

Kobe é um menino lindo, risonho e divertido, de 1 ano, que ainda não sabe falar, mas mexe com o público ao fazer pizzas e outros pratos vestido à caráter, com chapéu de chef e uniforme.

Enquanto ri, mostrando apenas alguns dentinhos da frente, Kobe sova a massa da pizza e ajuda os pais a colocar os ingredientes. Como bom chef, ele experimenta pra ver se está tudo fresquinho (rs)… e dá risada….Ah, Kobe adora comer durante a farra gastronômica.

Quando a pizza fica pronta o pequeno chef experimenta de novo e dá o seu ok com cabeça, pra dizer que o prato está aprovado e pronto para ser servido.

E não só pizza. Kobe faz desde macarrão com queijo e até pratos mais complexos, incluindo costeletas de cordeiro e tigelas tailandesas com manjericão – sempre ao lado dos pais, que não aparecem nos vídeos.

1 milhão de seguidores

Nessa brincadeira, o menino ganhou seu primeiro milhão de seguidores no Instagram nos últimos meses. Hoje ele bateu 1,6 milhão, número de deixa para trás chefs renomados como José Andres, que tem 514 mil seguidores e Guy Fieri, que tem 1,4 milhão de seguidores.

A mãe do chef Kobe, Ashely Wian, disse ao Today Food que ele realmente gosta da cozinha.

“Ele se diverte muito fazendo isso e com uma personalidade tão grande e animada que decidi gravá-lo para compartilhar com amigos e familiares”, afirmou.

“Queria que todos vissem sua empolgação na cozinha e também todas as coisas que ele está aprendendo. “

Come de tudo

Tudo começou com o incentivo da mãe para que o menino comesse de tudo, desde pequeno.

“Kobe come 100 alimentos diferentes com 1 ano de idade. As pessoas adoravam vê-lo experimentar novos alimentos quando começamos aos seis meses, então evoluiu para ele preparando esses alimentos”, afirmou.

No momento, seus favoritos absolutos são mirtilos e bananas.

Queijo

Mas o que o menino realmente adora é queijo e adorar cozinhar por um motivo simples:

“ele come” enquanto cozinha, disse sua mãe. Wian disse que as reações aos vídeos de seu filho foram incrivelmente positivas e ela está muito feliz em saber que ele “coloca um sorriso em tantos rostos em todo o mundo durante um período tão difícil”.

“Adoro que esse tempo com meu filho tenha se transformado em algo inspirador para o mundo. Esses vídeos tolos de nós cozinhando juntos se transformaram em algo que nunca imaginamos!” disse.

Ela contou que as imagens inspiraram outros pais a se sentarem em família e desfrutarem de uma refeição juntos, algo que Wian disse ser “extremamente importante” na casa dela

“Há tantos benefícios na culinária … tantas lições, habilidades práticas – e memórias podem ser criadas”, concluiu.

Agora, com você, o pequeno Chef Kobe:

Com informações do Today

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: CHEF KOBE, UM BEBÊ DE 1 ANO É A NOVA SENSAÇÃO NAS REDES SOCIAIS

BOAS NOTÍCIAS: PARCERIA DO SENAI COM 21 EMPRESAS VOLUNTÁRIAS CONSERTAM E DEVOLVEM 1 MIL RESPIRADORES A HOSPITAIS

Nossa coluna BOAS NOTÍCIAS desta quarta-feira trás uma excelente notícia para toda a população brasileira. Empresas voluntárias, em sua maioria grandes montadoras de automóveis formaram uma corrente do bem para recuperar 1.000 respiradores mecânicos que estavam esquecidos em depósitos dos hospitais. Os respiradores já foram consertados e devolvidos aos hospitais espalhados por todo o pais. Leia a reportagem completa a seguir e saiba quantos respiradores o seu estado recebeu!

Empresas voluntárias consertam mil respiradores e devolvem a hospitais

Cada um fazendo a sua parte com união e responsabilidade social! A rede voluntária formada pelo SENAI, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial e grandes indústrias e instituições, já devolveu 1.016 respiradores a hospitais de mais de 223 cidades brasileiras.

Os ventiladores pulmonares, essenciais no tratamento de pacientes com covid-19, foram consertados gratuitamente. Ele estavam sem uso e passaram por reparo nos 39 postos de manutenção localizados em 20 estados.

Desde 30 de março, quando o Iniciativa + Manutenção de Respiradores passou a operar, foram recebidos 3.151 respiradores.

Desses, 1.351 estão em manutenção e 189 passam por calibração, última etapa antes de serem devolvidos ao serviço de saúde.

Empresas que ajudaram

A iniciativa conta com a participação de unidades do SENAI e de vários parceiros como:

  • ArcelorMittal,
  • BMW Group,
  • Fiat Chrysler Automóveis (FCA),
  • Ford,
  • General Motors,
  • Honda,
  • Hyundai Motor Brasil,
  • Instituto Votorantim,
  • Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT)
  • POLI-USP,
  • Jaguar Land Rover,
  • Mercedes-Benz do Brasil,
  • Moto Honda,
  • Renault,
  • Scania,
  • Toyota,
  • Troller,
  • Usiminas,
  • Vale,
  • Volkswagen do Brasil e
  • Volvo do Brasil

“É uma grande honra para o SENAI coordenar essa rede do bem, de solidariedade que, certamente, ajudou a salvar muitas vidas. A marca de mil ventiladores pulmonares consertados gratuitamente demonstra que a união é o caminho para o Brasil enfrentar a pandemia”, afirma o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi.

Apoio

A iniciativa tem apoio da Petrobras, do Ministério da Saúde, do Ministério da Economia, do Ministério da Defesa, da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e da Associação Brasileira de Engenharia Clínica (ABEClin).

“A rede voluntária espera continuar a ter apoio para consertar todos os aparelhos que estão sem uso no país por falta de manutenção”, disse Rafael.

Estimativa da LifesHub Analytics e da Associação Catarinense de Medicina (ACM) era que existiam pelo menos 3,6 mil ventiladores pulmonares fora de uso no país, mas esse número pode ser maior. A avaliação é que cada aparelho pode ajudar no tratamento de até dez pessoas.

Estado de origemEquipamentos recuperados
Acre2
Amapá11
Amazonas11
Bahia130
Ceará65
Distrito Federal24
Espírito Santo12
Goiás16
Maranhão7
Mato Grosso11
Mato Grosso do Sul39
Minas Gerais143
Pará26
Paraíba4
Paraná12
Pernambuco13
Rio de Janeiro24
Rio Grande do Norte8
Rio Grande do Sul29
Santa Catarina38
São Paulo384
Tocantins7
Total1016

Ampliação

Além da manutenção, o SENAI quer ampliar a oferta do número de ventiladores pulmonares, essenciais no tratamento de pacientes graves da covid-19.

Um dos caminhos é aumentar a produção nacional.

Empresas que receberam apoio da instituição têm potencial para produzir até 7,2 mil equipamentos por mês, após as aprovações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde que haja demanda contratada.

Com informações do Portal da Indústria

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: PARCERIA DO SENAI COM 21 EMPRESAS VOLUNTÁRIAS CONSERTAM E DEVOLVEM 1 MIL RESPIRADORES A HOSPITAIS

BOAS NOTÍCIAS: FAMÍLIA ENCONTRA SACOLAS NA ESTRADA COM 1 MILHÃO DE DÓLARES E ENTREGA A POLÍCIA

texto

Família acha 1 milhão de dólares na estrada e…

Imagina nesse isolamento social, em que a maioria das pessoas está sem dinheiro, você achar 1 milhão de dólares – mais de 5,5 milhões de reais – no meio de uma estrada! Isso aconteceu com uma família honesta da Virgínia, nos Estados Unidos.

A família da professora Emily Schantz foi passear no Condado de Caroline no último final de semana e estava na estrada quando viu o carro da frente desviar para não bater em sacolas grandes que estavam na pista.

Como não conseguiu desviar a tempo das sacolas, a família parou o carro à beira da estrada, recolheu as sacolas, para evitar acidentes e colocou no porta-malas do carro, para descartar mais tarde, de forma correta.

Quando Emily e a família chegaram em casa eles abriram os sacos e encontraram dezenas de pacotes com pilhas de dinheiro. Imagina o susto!

Honestidade

Em vez de ficar com o dinheiro, Emily e o marido levaram tudo para a polícia, pra ensinar aos filhos uma lição importante de honestidade.

Eles foram elogiados pelos policiais.

“Alguém tão honesto e disposto a devolver quase um milhão de dólares, é excepcional da parte deles”, disse o major da polícia de Caroline, Scott Moser, à WTVR .

“Os dois filhos deles estavam lá… estamos orgulhosos por eles terem representado bem esse condado por serem tão honestos”, continuou.

Mistério

Como o dinheiro caiu na estrada ainda é um mistério.

Os investigadores acreditam que os pacotes podem ter caído de um carro do serviço postal, que entrega malas a um banco local.

Assista à reportagem:

Com informações do GNN e WTVR

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: FAMÍLIA ENCONTRA SACOLAS NA ESTRADA COM 1 MILHÃO DE DÓLARES E ENTREGA A POLÍCIA

BOAS NOTÍCIAS: UNIVERSIDADE DE OXFORD VAI TESTAR VACINA EM 10.260 VOLUNTÁRIOS DE TODA A GRÃ BRETANHA

Mais uma notícia na luta contra a pandemia é o destaque da nossa coluna BOAS NOTÍCIAS deste domingo. Desta vez, a Universidade de Oxford convoca 10.260 voluntários  de toda a Grã-Bretanha para fazer os testes de imunização com uma vacina que está sendo desenvolvida. Leia a reportagem completa a seguir e conheça esse experimento científico em detalhes!

Oxford convoca 10 mil pessoas pra testar vacina contra covid

Milhares de voluntários estão sendo recrutados para as próximas duas fases de ensaios clínicos que podem levar a uma vacina contra o coronavírus ainda este ano.

Os cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, convocaram 10.260 pessoas de toda a Grã-Bretanha para fazer os testes de imunização.

Os pesquisadores, que começaram a desenvolver a AZD1222 em janeiro, agora são considerados pioneiros na corrida mundial pela vacina contra a COVID-19.

A empresa AstraZeneca, que vai fabricar as vacinas, garante que começará a fornecer bilhões de doses em setembro.

Na primeira fase do estudo, a vacina se mostrou segura em 160 voluntários saudáveis, com idades entre 18 e 55 anos, que tomaram a dose.

Fases

As fases II e III aumentam o número de voluntários e vão expandir a faixa etária para incluir idosos, que correm mais risco de adoecer gravemente com a infecção.

Os cientistas vão avaliar se a vacina provoca uma resposta do sistema imunológico, antes de verificar se ela pode impedir que as pessoas sejam infectadas.

“Os estágios iniciais do estudo da Fase I foram muito bons e agradecemos aos muitos voluntários de Southampton que se apresentaram para nos ajudar a avaliar a segurança da nova vacina e se pessoas saudáveis ​​podem ser protegidas do Covid-19”, disse Saul Faust, professor de imunologia pediátrica e doenças infecciosas da Universidade de Southampton.

“Gostaríamos agora de convidar pessoas da área de Southampton, que trabalham em contato com pacientes da Covid, saudáveis ​​e grupos etários mais velhos, para participarem da próxima etapa dos testes com a vacina Covid de Oxford.”

“Este é um dos únicos quatro ensaios de vacinas em andamento em todo o mundo e pode abrir o caminho para uma vacina ser entregue ainda este ano”, comemora.

Público alvo

Inicialmente, os pesquisadores pretendem recrutar até 620 novos voluntários em três categorias:

  • 250 pessoas com idades entre 18 e 55 anos, que entraram em contato ou possível contato com pacientes do Covid-19 devido ao seu trabalho, como profissionais de saúde e cuidados de saúde, produtos de limpeza e dentistas
  • 120 pessoas saudáveis, com mais de 70 anos
  • Outro grupo saudável de 250 pessoas com pelo menos 55 anos

Os pesquisadores vão avaliar a resposta imune à vacina, em pessoas de diferentes idades, para determinar como o sistema imunológico responde em pessoas idosas ou crianças.

A fase I envolveu voluntários adultos saudáveis ​​para verificar se a vacina era segura. Foram distribuídas cerca de 1.000 doses.

Produção já começou

A produção da vacina já foi ampliada antes do resultado, para preparar o mais cedo possível uma possível implantação futura, disse a Universidade de Southampton.

A AstraZeneca anunciou nesta semana que tem capacidade para fabricar um bilhão de doses da potencial vacina Covid-19 da Universidade de Oxford e que começará a fornecer em setembro.

A empresa, com sede em Brentford, assinou um acordo para produzir em massa o promissor jab COVID-19 da Universidade de Oxford e tem acordos para fornecer já 400 milhões de doses.

As autoridades de saúde dos EUA – que gastaram 1 bilhão de dólares, cerca de 5 bilhões de reais, no financiamento da vacina – pediram 300 milhões de doses e esperam receber em outubro.

Com informações do Daily Mail

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: UNIVERSIDADE DE OXFORD VAI TESTAR VACINA EM 10.260 VOLUNTÁRIOS DE TODA A GRÃ BRETANHA

BOAS NOTÍCIAS: SIMPLICIDADE DO PRESIDENTE DE PORTUGAL É EXEMPLO PARA O MUNDO

A nossa Boa Notícia deste sábado na nossa coluna BOAS NOTÍCIAS é um exemplo a ser seguido por muito outros governantes, pela sua simplicidade, autenticidade e humildade ao ponto de encarar uma fila de supermercado guardando o distanciamento social e usando máscara. Por isso lhe convido para ler a reportagem completa a seguir e conhecer melhor esse líder popular. 

Presidente de Portugal de máscara no mercado dá exemplo ao mundo

Uma foto do Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, 71 anos, vestindo bermudas e tênis e usando uma máscara na fila de um supermercado – obedecendo o mantendo distanciamento – está correndo o mundo.

A cena “gente como a gente” viralizou nas redes sociais portuguesas e ganhou destaque em jornais internacionais como ABC e El País e também em publicações do México, do Chile, do Brasil e da Bélgica.

A imagem foi registada pelo humorista Eduardo Madeira no domingo, 17 de Maio, num supermercado em Cascais e foi divulgada no perfil dele Instagram.

Cidadão comum

Para muitos portugueses é só mais uma situação em que Marcelo se mostra como um cidadão comum, mas o exemplo dele, para prevenção do coronavírus, está deixando o mundo espantado.

“A fórmula” do presidente português, segundo o El País, “é agir como um cidadão comum. A campanha eleitoral dele foi a mais barata de todas”, lembra o jornal.

“A sua presença não causou nenhuma surpresa entre os cidadãos, habituados a este tipo de comportamento de Marcelo de Sousa, agora numa fila de mercado, assim como servindo comida a pessoas sem abrigo, ainda que pareça surpreendente aos estrangeiros”, completa o El País.

Pelas redes sociais, há muitos espanhóis que fazem comparação com Pedro Sánchez, o primeiro-ministro de Espanha que mal se atreve a sair à rua, com medo das críticas pela forma como tem gerido a pandemia de covid-19.

Muitos internautas, pelo mundo, comentaram: “Gente como a gente.” E outros: “Quando políticos são pessoas e não personagens”.

Com informações Zap Portugal

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: SIMPLICIDADE DO PRESIDENTE DE PORTUGAL É EXEMPLO PARA O MUNDO

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar